Artigos Comentados

“Patiente Reported Outocome” e o Tratamento Conservador

Cerebral Cavernous Malformations: Patient-Reported Outcome Validates Conservative Management
Vitor Chehuen Bicalho a Anke Bergmann b Flávio Domingues c
João Thiago Frossard, Jorge Paes Barreto Marcondes de Souza.
Cerebrovasc Dis 2017;44:313–319


Esse estudo, publicado em 2017 na revista Cerebrovascular Diseases, foi o primeiro da literatura a verificar, com três questionários validados em português, a qualidade de vida e performance, em pacientes portadores de uma malformação vascular cerebral cavernosa não-submetidos à tratamento cirúrgico usando a estratégia PRO (patient reported outcome). Devido à longevidade da coorte dessa doença no HUCFF-UFRJ, foi obtido um follow-up médio de 7.42 anos durante 364 pessoas/ano de acompanhamento, o que foi considerado representativo e relevante. A conclusão foi de que esse estudo, original, em seleto grupo de pacientes com importante doença vascular do neuro-eixo e não submetido à intervenção cirúrgica apresentavam longos períodos de estabilidade clínica, com boa performance funcional e qualidade de vida mensurados objetivamente através de questionários de PRO validados.

 

Cavernoma