Atualidades

Covid-19

 

O Conselho Consultivo Científico da Angioma Alliance-EUA continua a monitorar quaisquer relatórios específicos ou preocupações emergentes sobre COVID-19 e Cavernomas. Até o momento, não há evidência de que pacientes com Cavernoma Cerebral sejam afetados de forma diferente por esta pandemia do que outros pacientes de idade semelhante, comorbidades médicas e níveis de deficiência. Estamos cientes de relatos de acidente vascular cerebral em pacientes jovens, coagulação excessiva e outras manifestações neurológicas de COVID-19, mas ainda não está claro como isso pode afetar especificamente os pacientes com angioma cavernoso.

Até que surjam novas evidências, pacientes com angiomas cavernosos com sangramentos recentes (menos de um ano) e novos sintomas neurológicos associados, cirurgia no cérebro ou coluna nos últimos 6 meses, deficiência neurológica persistente de sangramentos anteriores ou convulsões ativas podem ser um grupo considerado com comorbidade e potencialmente em maior risco com COVID-19. Isso se soma a outros casos designados de alto risco pelos Centros de Controle de Doenças (CDC) devido à idade (65 anos ou mais), doença cardíaca, doenças pulmonares crônicas, imunocomprometimento, gravidez ou diabetes. No último mês, o CDC adicionou obesidade grave (IMC> 40), doença renal crônica em diálise e pessoas com doença hepática à categoria de alto risco.

Para indivíduos de alto risco e demais pacientes é importante aderir ao distanciamento social, desinfecção do ambiente, uso de máscaras faciais em público e prática de higiene de acordo com as diretrizes do CDC. Também é importante evitar o contato com indivíduos (incluindo familiares e cuidadores) expostos ao COVID-19, viajando recentemente de áreas fortemente afetadas pela doença ou exibindo febre ou outros sintomas semelhantes aos da gripe até que essas pessoas apresentem teste negativo para COVID -19 coronavírus, ou até 14 ou mais dias após sua exposição, viagem ou últimos sintomas.

Recomenda-se evitar viagens, a menos que seja absolutamente necessário até que os avisos de viagens relacionados ao COVID-19 sejam suspensos. Os cuidadores e os indivíduos que compartilham uma casa com pacientes de angioma cavernoso de alto risco devem seguir as mesmas precauções.

Encorajamos os pacientes a não atrasar o atendimento médico ou a obtenção de imagens para angioma cavernoso se recomendado por seu médico, incluindo viagens necessárias para atendimento médico e avaliação oportuna se surgirem novos sintomas neurológicos. Os pacientes devem continuar com seus medicamentos para convulsões e outros medicamentos para condições médicas, e notificar seus médicos de angioma cavernoso sobre qualquer teste positivo para COVID-19. Recomenda-se que os pacientes em estudos clínicos continuem a aderir aos procedimentos do estudo em andamento e notifiquem

Em nome do Conselho Consultivo Científico da Angioma Alliance - EUA

Dr. Issam Awad, Presidente, Conselho Consultivo Científico da Angioma Alliance
Neurosurgery da Universidade de Chicago

Dra. Kelly Flemming
Mayo Clinic Rochester Neurology

Dr. Kevin Whitehead
Cardiologia da Universidade de Utah

Dr. Rustam Al-Shahi Salman
University of Edinburgh Neurology, UK

Esse documento foi atualizado em 28/04/20 e até o momento, Janeiro de 2021, o Conselho Cientifico do Instituto Aliança Cavernoma Brasil não tem conhecimento de quaisquer mudanças na orientação desse documento.

Cavernoma
Site7Dias