logo

Maiara Bento

IMG 20160120 205728Me chamo Maiara Bento,tenho 26 anos,sou de Resende RJ.Em agosto de 2015,após sentir uma dor de cabeça,que já durava a cinco dias,comecei a sentir meu lado esquerdo formigar,resolvi ir ao hospital,passei pela triagem e lá já foi verificado que minha pressão estava um pouco alta,fui encaminhada para a médica plantonista,que considerou meu quadro de cefaléia e pressão alta como enxaqueca,e já ia me liberando, porém, ao levantar para sair do consultório,fiquei tonta quase cai,aí ela resolveu pedir uma tomografia.Estava um pouco nervosa,parece que eu estava sentindo que não ia receber uma boa notícia,batata!!!

Uma hora depois,saiu o resultado da tomografia,a médica me chamou no consultório,e fez várias perguntas,seu eu havia caído, batido a cabeça,se na minha família alguém já tinha sofrido AVC,e minha respostas foram todas negativas,até que ela disse,que tinha uma mancha de sangue no meu cérebro e que eu teria que ficar em observação no CTI.

Pronto,fiquei em prantos,só pensava o pior,todos tentando me acalmar,mas o desespero era muito grande,fiquei cinco dias internada,sendo 4 no CTI e um no quarto,passei por uma série de exames,para descobrir a origem do sangramento,tive alta no sábado dia 08/08, apenas com a indicação de procurar um neurocirurgiao,e com uma laudo de um AVE.

Na segunda feira marquei com um neuro,que ao verificar minha RM,já falou que "parecia" se tratar de um cavernoma,localizado no tronco encefalico,disse que eu iria repetir uma RM em outubro, para confirmar o diagnóstico e me encaminhar para um especialista no assunto,pois ele disse que não era capacitado para isso.

Resolvi não procurar nada na internet,para não ficar com minhocas na cabeça.

Vinte dias depois da alta,comecei a piorar,caindo direto,com visão dupla,dificuldade para engolir e muita tontura,voltei nele que me passou uma RM de emergência,fui fazer a RM no dia seguinte,e já estava bem pior,no mesmo dia meu pai resolveu me internar,devido a minha piora,fui para o CTI novamente,agora com o quadro mais grave,no domingo já não estava mais andando,na terça já foi colocada uma sonda parental,pois havia prejudicado minha deglutição.

Uma junta médica estava laudando minha RM,como havia muito sangue não estavam conseguindo identificar,além do sangue estava com um edema,que dificultou mais ainda, estava a uma semana internada,e ainda não tinham um laudo, até que comunicaram minha família que seria um glioma maligno, e que não tinha mas jeito, claro que fui poupada deste diagnóstico assustador e errado.

Meu diagnóstico certo foi dado por um neurocirurgiao conceituado de SP,que o meu neuro entrou em contato e encaminhou os exames pra ele.

Ele disse que eu teria que fazer uma cirúrgica,e cobrou R$95.000,00 minha família entrou em desespero,pois ele não fazia pelo plano,e como o meu cavernoma está em um local bem delicado,não poderia ser qualquer cirurgião,meu neuro indicou a tentar pelo sus,para fazer no hospital do cérebro no Rio,pois lá estava o Paulo Niemeyer,muito conceituado também,ele próprio aconselhou esperar o sangramento absorver e o edema diminuir,fui medicada com corticóide,e comecei a apresentar melhoras,com quinze dias internada,sendo 9 dias com sonda parental,recebi alta,já tinha recuperado um pouco dos movimentos,a visão não estava mais dupla,e já estava engolindo os alimentos.

Fiquei bem debilitada devido ao corticóide,que tomei por quase três meses,sem necessidade, me sentia feia,pois meu rosto ficou como uma lua,e meu corpo magro,devido às reações do remédio,foi um período bem difícil,mas com bastante oração, muita força de vontade, me recuperei.

Iria fazer a cirurgia em Dezembro,com esse médico conceituado de SP,que resolveu fazer a cirurgia pelo plano.

Mas Deus é maravilhoso e sabe de todas as coisas, meu plano não liberou a cirurgia até hoje!!!!

Com isso tive a oportunidade de fazer uma consulta com o DR.Jorge Marcondes, um médico iluminado por Deus,que me deixou bem mais tranquila,que não me sentenciou como os outros médicos,por isso decidi não fazer a cirurgia,agora faço acompanhamento,e creio que a cura pra esta doença, vai vir,sem que seja necessário a cirurgia!!!

É isso galera,cavernoma não é sentença de morte, busque profissionais corretos, informações corretas podem salvar vidas!!!!

Facebook :Maiara Bento
Whats app:24999690484