logo

Novos Horizontes

Medicamentos para tratamento de Cavernomas Cerebrais

 Uma nova droga, chamada Tempol, da empresa Recursion Pharma, foi designada pelo FDA, agência Americana similar à ANVISA, como potencial para tratamento de cavernomas cerebrais sob a Lei de Drogas para Doenças Orfãs.


A Lei de Drogas para Doenças Órfãs foi criada nos EUA, em 1983, para incentivar pesquisas em doenças que tenham impacto clinico em menos de 200.000, com benefícios para as empresas que investirem naquela doença negligenciada.
 
Testes pré-clinicos, ou seja, em animais, serão acelerados com Tempol para que possa ser proposto um Estudo Clínico em humanos nos próximos 12 meses.

Acredita-se que cavernomas cerebrais afetem 1.5 milhão de Americanos, sendo que a maioria com poucos sintomas ou até assintomáticos. Entretanto mais de 60.000 pacientes apresentam sintomas como convulsões, dor de cabeça e até paralisias ou hemorragias cerebrais, sendo que alguns pacientes necessitam até mesmo cirurgias cerebrais para sua remoção. Notícias sobre novas drogas, como Tempol, podem ser importantes na esperança de um tratamento medicamentoso dos pacientes. Atualmente não existe nenhuma medicação para pacientes com cavernoma cerebral.

Tempol já é uma droga conhecida, em seus efeitos e toxicidade em animais, mas não foi ainda testada em seres humanos para tratamento de doenças.

Chris Gibson , co-fundador da empresa Recursion Pharma, declarou que receber esse tipo de incentivo governamental é um passo importante para esforços no desenvolvimento de um primeiro tratamento não-cirúrgico para cavernomas cerebrais.

 

ALIANÇA CAVERNOMA BRASIL – ACBra
www.cavernoma.org.br